© 2020 Mosteiro Zen Eishō-Ji, site elaborado pela equipe Editorial e de Comunicação da SMMB (Sangha Maha Muni do Brasil)

Agenda, Orientações e Inscrições

Agenda 2020

Confira abaixo a programação de retiros para 2020 ou clique aqui para baixar em PDF.

  • Fevereiro: 21 a 28

  • Março: 20 a 27

  • Abril: 9 a 12 (Zazenkai)

  • Abril-Maio: 30/4 a 7/5 (no dia 3 de maio, às 15h, Cerimônia da Vesaka)

  • Junho: 20 a 27

  • Julho: 20 a 27

  • Agosto: a definir

  • Setembro: 4 a 11

  • Outubro: 9 a 16

  • Outubro-Novembro: 30/10 a 2/11 (Zazenkai)

  • Novembro-Dezembro: 30/11 a 8/12 (Rōhatshu Sesshin)

O formulário para inscrição está disponível no fim desta página.

 

Abaixo, leia com atenção as orientações sobre os retiros. Antes de se inscrever, esteja ciente das regras do mosteiro, da rotina das atividades e do propósito dos retiros.

Os retiros começam à noite. O acesso ao mosteiro é liberado às 16h. Atenção: novatos/as devem começar o retiro no primeiro dia e participar por, no mínimo, 3 dias completos.

A programação pode sofrer alterações no decorrer do ano. Acompanhe as atualizações pelo site.

Orientações (leia com atenção)

Durante todo o ano, o Mosteiro Eishō-Ji realiza encontros de prática e vivência do ensinamento do Budismo. São os sesshin ("tocar a mente", como é chamado o retiro no Zen), zazenkai (encontros de curta duração para prática de zazen) e outras atividades.

Durante um sesshin ou zazenkai, nossa rotina é compartilhada e estamos sempre atentos para não deixar o ego atrapalhar a prática comunitária. Portanto, seguimos uma programação já determinada, fazemos aquilo que nos é orientado pelos coordenadores e não reclamamos ou debatemos sobre as tarefas.

 

A Prática é sem começo e sem fim. Praticamos em tudo o que fazemos. A Prática em comunidade é uma preciosa oportunidade e ficamos felizes em compartilhá-la com as pessoas que vêm ao mosteiro.


Dentro do mosteiro, evitamos andar de forma descuidada, fazer ruídos, atuar sem atenção e manter conversas inúteis. Sobretudo, lembramos sempre de, compassivamente, não perturbar os demais.

O que é o sesshin?
O sesshin é um período de prática intensiva de zazen e samu (meditação sentada e trabalhos de limpeza, jardinagem, cuidados com o local, etc.). Normalmente, dura 7 dias, mas pode variar.
     • É possível participar por menos dias do que o total (mínimo de 3 dias completos).
     • Se for novato/a, a participação deve ser nos primeiros dias.

 

Rotina diária de um sesshin:

  • Clique aqui para conferir como são os horários e atividades durante um sesshin.


Durante a estadia no mosteiro:

  • O silêncio deve ser zelado e apreciado.

  • O uso de celular e outros aparelhos eletrônicos deve ser feito apenas em casos de real necessidade.

  • O sesshin exige dedicação física e mental, por isso é preciso estar bem de saúde.

  • Não é permitido se abster de nenhuma atividade programada ou realizar atividades fora do estabelecido.

  • Deve-se praticar o espírito de desprendimento, se dedicar com esforço correto, ouvir e respeitar as instruções dos monges e aceitar os alimentos oferecidos com gratidão.

  • A alimentação é vegetariana.

  • Deixamos os quartos, que são compartilhados, sempre bem organizados.

  • No ato da inscrição para alguma atividade, será informado um horário adequado para chegar ao mosteiro.


Vestuário e objetos pessoais:

  • As pessoas que vêm praticar conosco devem usar roupas confortáveis e de cores escuras, preferencialmente preta (como calças folgadas e camiseta). Não é permitido usar cores chamativas.

  • Não é permitido o uso de saia, bermuda e regata.

  • Cada pessoa deve trazer sua roupa de cama, travesseiro, toalha de banho e itens de higiene pessoal.

  • Não usamos perfume e acessórios (sobretudo dentro da sala de meditação).

Inscrições

Para se inscrever em qualquer atividade disponível, basta preencher o formulário online e aguardar nosso contato com as demais orientações de como proceder. Qualquer dúvida, basta entrar em contato conosco.

Obs.: Em caso de desistência, o valor inicial pago na inscrição será devolvido, abatendo-se as taxas bancárias para a transferência.